segunda-feira, novembro 21, 2011

Querido sentimento.




Seja feliz longe de mim..não venha me dizer que sou eu, não venha me trazer a dor, não venha me fazer desistir.
Sentimento que não é meu, procure um mundo muito feliz e me deixe tentar, me deixe viver, me deixa ser eu, me deixe simplesmente viver.
Essa fraqueza que você me dá não é minha, não me deixe assim.
Apenas me perdoe pela falta de coragem e pelas mentiras que contei.
Apenas me perdoe por ter feito o que meu coração mandou.
Saiba que eu sofro por você, saiba que nunca vou te esquecer, só quero sentir saudadas de você..só saudades.
Se um dia voltar que fique pouco tempo, se um dia surgir que não seja no meu amor, que seja apenas em mim.Eu mereço sempre, tudo!
Agora saiba que não foi eu que te criei, não foi eu que te chamei pra me deixar assim, não foi eu que pedi pra chorar, eu apenas chorei.
Entenda que a vida é mais que sorrir, entenda que você nunca vai sobreviver em todos, entenda que você só veio pra não existir o tédio, e mesmo assim ele existiu.
Você falhou, você me deixou assim, perdida, escondida e com medo da solidão, me trouxe seu oposto, mais me tocou muito mais.
Será que você me deixará ser eu?será que você achará alguém melhor(pior) que eu?será que você consegue se transformar em felicidade?
Querido seja bem sentido, longe de mim.
Tristeza.

Beijos (In)fiel (In)amiga!

terça-feira, novembro 15, 2011

Saiba o que dizer!









Falem-me o provável!
Que o improvável já passou.
Digam-me o belo!
Que o feio me ultrapassou.
Sintam-se limpos!
Que o sujo me tocou.
Deixem-me livre!
Que a vida me privou.
Tragam-me felicidade!
Que a tristeza me magoou.
Vejam-me sincera!
Que o falso longe voou.
Retiram-se os fracos!
Que a coragem dominou.
Retratem-me a vida!
Que a morte ainda não chegou.
 Luciana Amaral.

segunda-feira, novembro 14, 2011

Sem palavras.





Chorar por você é pouco.
Amar você é tudo.
Sentir você me realiza.
Viver com você é tudo.


E por dias infelizes.
E por dias em que pensei em desistir.
E por dias que cansada chorei.
E por dias e dias que sofri sem você.

Tenho você, mais não o tenho.
Tenho seus beijos, mais não os tenho.
Tenho seu amor, mais não o tenho.
Tenho seu perfume, mais não o tenho.

Que mais de mil tentativas.
Que mais de mil esperanças.
Que mais de mil historias.
Que menos de mil encontros..
A gente possa dizer que somos felizes.


Se tentei e tentei,
Foi porque te amo.
Se chorei e chorei,
Foi porque te espero.
Se sorri e sorri ;
Foi porque te tenho.
Se sonhei e sonhei
Foi porque eu acredito.
Se vivi e vivo,
Foi porque você me dá a vida.
Se fui feliz e serei,
Foi porque você em mim existiu.
Se devo minha vida a você,
É porque você certamente a construiu.
Se sobrevivi a tudo,´
É porque você esteve do meu lado.
E se estou aqui hoje,
Foi porque eu te amo.
Luciana Amaral.

O pior sentimento que senti!




Saudade do tempo em que o nada se escorre.
Saudade de sentir a presença do seu cheiro na minha cama.
Saudade dos apertados abraços que em excitação se embasam.
Saudade da saudade que fazia sua demora.
Saudade do vento que soprava meus cabelos nos ombros seus.
Saudade dos beijos que seguidos de amor, eram sentidos de vida.
Saudade de me envolver ao teu colo e deitar como criança.
Saudade das artimanhas da juventude com ar de felicidade.
Saudade de quando os filmes eram longos perdidos pela impaciência.
Saudade de ter seu gosto em meu corpo e me envenenar de paixão.
Saudade da malícia das nossas noites e do prazer em nosso amor.
Saudade até da luta por conquistas de aventuras com você.
Saudade do ar que conspirava nossos dias..das alegrias e dos infinitos dias que passei com você.
Saudade da nossa vida de casal, que se passou por morta desde aquele dia ou que ainda nem existiu?!
Saudade de dizer no seu ouvido ‘te amo’ e repetir..até que se engane sobre tal.
Saudade do nosso planejado futuro, que as mãos se perderam por ai.
Saudades de você meu amor.
Volta pra saudade paixão, que o mundo jamais sentirá falta do fundo que existe em mim.
Volta para que tudo respire novamente como o ar de esperanças.
Volta para que eu possa dizer que agora esqueci aquelas saudades internas e intensas.
Volta meu bem... Preciso da saudade que só você tem!
Você faz muita falta!

Luciana Amaral.

domingo, novembro 06, 2011

Ruídos passados!





Odeio essa antiga década de 60 que ainda abita minha casa!
Odeio essas corrupções de hierarquia!
Odeio simplesmente o fato de vocês não me amarem!
Odeio tudo que fatos históricos contam!
Odeio odiar quem na verdade eu devia amar!
Odeio a raiva que puseram em mim sem minha permissão!
Odeio esse tal de seus ‘pais’.
Odeio o fato de ter que ser considerado ‘adolescente’.
Mas mais que tudo, eu amo pensar.
Mas mais que tudo, eu sei que tudo vai passar quando eu disser ‘adeus’.
Mas mais profundo ainda é eu ter a certeza de que eu sei me amar!
E me amar está acima de ter vida..pois ainda não a tenho!
E quando a minha vida eu tiver, espero ter o mais importante.
Espero apenas Viver e que sinônimo seja ser ‘FELIZ’..
Ainda caminho para ser, ainda procuro, ainda sonho e nunca vou desistir :
De ter o amor pra me cuidar!

Luciana Amaral.

terça-feira, novembro 01, 2011

A serviço do amor!






Sempre que o destino se desdobra o tempo se escora.
Atualmente os fogos da razão se tornam cúmplices de seu ego amor.
E mesmo que a inspiração se vá, o corpo pede a alma.
E mesmo que amor se vá, o coração pede a calma.
E mesmo que surja um futuro de ilusões caóticas é melhor se unir!
Trazer passos, contar compassos e decidir o belo pelo fato.
Conter o raro e em poucos momentos esconder o amado.
Não vá caminho. deixe-me sozinho estar!lá lá lá
Luciana Amaral!

sexta-feira, outubro 07, 2011

Força ao Maior que o mundo!







Que o gigante seja o fiel sonhador
Entre os anjos o poderoso, o grandioso.
O amor.
Em insano problema de um ser normal,
Quem descobriu esse céu com estrelas
Que beliscam os pés e fazem cócegas ao coração?
 Quem descobriu que amar não é só amor e que o amor
É muito além do que se amar?
E a distância, completa e repleta de muita saudade.
E o final cheio de emoção é o fundo em que me inspiro composição.
E o final que fica cheio de lágrimas é pesado por águas a carregar.
E o final sempre chega para todo mundo, mas para o meu final,
Eu espero um fim melhor que o final de tudo, espero ser finalmente amada,ser sinceramente acreditada, no fundo desejada e até por querer ao meu ser quero um fim
De saudades.


Luciana Amaral.

sábado, setembro 24, 2011

Limpe seus pés.




É poeira de tanto chorar.
É sujeira por quere fraquejar.
É um nada sem romper.
É um pó envenenar.

Um desejo furtador.
Um amor desejando.
Um corpo seduzido.
Um olhar conquistador.

Não espere essas boas lembranças.
Não espere essa boa vontade.
Espere apenas o limpar dos restos.
Espero o fingir dos meus momentos.

Guarde seus sorrisos.
Esqueça minhas tristezas.
E não suje meu coração.
Não deixe que o pó acumule o nosso amor.

Seja meu fiel protetor.
Seja um anjo guardador.
Seja eu ser amável.
Seja apenas meu amor.


(Luciana Amaral)

domingo, setembro 04, 2011

Vidamoresorrisos








Existe uma coisa chamada sorriso, que quando em excesso se faz impuro e
indesejado,quando forçado nos traz dúvida, se supostamente é livre nos vem alegria, se torna-se instrumento de prazer é límpido e desejável, se for bem sucedido é passado com segurança, sua mensagem, seu volume de felicidades, suas contagiantes histórias e verdades.
Existe uma coisa chamada amor, que em excesso se faz sozinha, indescritível e  incapaz de se amar.quando não correspondido, bandido, estremecido, e pouco capaz de nos guiar, tem que ser corajoso, guerreiro e entender o porque, o como e fazer com que se torne sempre verdadeiro, para que não possa ser destruído, nem que morra na solidão da dor de se amar sem amor.
Existe uma palavra chamada vida, que quando vivida em excesso se chama amor, quando vivida pouco chama-se sorriso, quando vivida verdadeiramente pode ser chamada de fusão completa, ou desejo confortável, paixão amável, ou felicidade de sorrisos, a vida quando vivida  pela saudade é descartável, quando enxergada pela maldade é falsa, quando se tem consideração, se vive pela vida, se vive pelo amor te ter um sorriso quando se fala de alguém.
LUCIANA AMARAL.

segunda-feira, agosto 29, 2011

Fora de Ordem.





O ato em que saudade se torna maldade é inato prazer.
O grande veneno que descobre o ser é poder.
O fruto que engrandece a solidariedade é o início.
O maior amor do mundo é o seu.
O maior momento é nascer.
O pior destino é logo, morrer.
O hoje vive em nós, o passado só o tormento em vão.
A alegria, lembrar como é bom.
O sorriso então, é um jardim de não.
A virtude da face é um sim, assim SIM.
O fim da história é sempre , assim FIM.
O mundo cresce sempre, assim ECSERC..

Luciana Amaral.

quinta-feira, agosto 25, 2011

C(S)em Milhões de flores.


Cem milhões de flores.Uma cor azul.Um verde granada a me explorar.Intenso modelo de se criar, feito formas, feito maneiras de se encontrar, é um grande sol a vida iluminar é um desejo de fazer felicidade como se fosse saudade garantir.É só um crescer para pequeno, grande consumir, é só um veneno de quem se redescobriu.É a passagem da fortuna para o céu.É a morte sendo vista de vida.É o amor sendo criado pela dor.É o transtorno pela volta ao negro mundo.

Luciana Amaral.

quarta-feira, agosto 24, 2011

Hoje em andamento.





Um parágrafo de textos de amor. Uma frase de tristezas. Uma linha de felicidade. Uma palavra que diz tudo, viver.
Que destino medíocre que decisão cruel com o todo que se desespera, que louca vontade de ser tal e nascer tal como se existisse.
Furiosamente o desejo está a cada instante perto e longe do desperto e feito mágica destrói o corpo e alma.
Ganância em poder sofre, muita responsabilidade se despreza e o astuto se descobre frágil de tudo que a ele contém.
A pura indefesa insatisfação da criação humana se desenvolve em pessoas de mal humor.
É ironia da distância colocar dois futuros em uma só área, é ironia discutir constantemente o mesmo problema, é falta de fé.
É somente a vontade da vida que nos faz viver assim, sem tempo pro que nos deram a lei e guiar os que a lei nunca se viram.
Como efeito dessa maldade, como desfecho dessa solidão idiota, e preocupante, acho melhor discutir sobre o planalto central.
Afinal de um acervo de muitas escuridões o paraíso jamais existirá, existe uma coisa chamada realidade que unicamente será a resposta pro defeito do sonho utópico.
Acredito. Luto e sei que o futuro está com quem consegue sobreviver sozinho, com quem não luta por um ideal que nunca quis, e pela coragem dos guerreiros da dificuldade.
Não há outra forma de discutir o que em mim pode ser o certo e o que em você se fez errado, o gostoso é ultrapassar cada obstáculo e crescer sendo assim corpúsculos da maldade, para que ninguém possa se fazer de você um mago da dor, e que sua alma seja fruto da pequena beleza da esperança e iluminada pelo poderoso amor, que o faz louco por loucuras de se apaixonar, e seja firme para que o que virá não passe por cima de você deixando rastros e restos, afinal somos um, somos inteiro e temos apenas uma chance, um única vida pra mostrar que viver é melhor que morrer
Luciana Amaral.

quarta-feira, agosto 17, 2011

Começo, meio e fim.


A trama do ciclo
É ser o centro.
A decidida do futuro
É ser o presente.
A dor da perda
É mais um amor.
A esperança perdida
É mais um ardor.

Tens a vida cheia de sonhos.
Tens sonhos cheios de vidas.
Tem sua ilha, sua desperta.
Sua perdida, sua descrita.

Se perca, se distancie.
Mais seja.
Se mude, se cale.
Mais sinta.

Queira a vida.
Queira a estranha vontade de se perder.
Queira ser sua alma e pertencer-te ao corpo também.
Queira sempre um mais, queira sempre ser tudo.
Queira verdadeiramente ser um rio, para se escoar.
Queira naturalmente ser um pássaro, para que possa voar.
Depois de tanto querer, faça.
Pois o tempo tem saudade e a mensagem serve para dar caminho.
Luciana Amaral.




sábado, agosto 13, 2011

Era um sonho irreal.






Depois de muitos sorrisos, a solidão se deu conta de sua solidão.
Depois de muitos amores, a dor se deu conta de sua dor.
Depois de muitas mortes, a vida se deu conta de que sua vida piorou.
Depois que existiu a fraqueza, a coragem se deu conta de quanto medo ela possui.
Depois que nasceu os homens, o mundo se deu conta de quanto amor desperdiçou por nós.
Depois que aprendemos a ter solidariedade, a impunidade se deu conta de como é forte.
Depois que o destino mudou nossa história, a paz sumiu entre nós.
Depois que aprendemos a escrever tudo mudou em nós.
Depois que descobrimos a vitória sentimos prazer.
Depois que o carisma criou o comunicativo os rígidos são antipáticos.
Depois que o amado foi derrotado, o temido se tornou rei.
Depois que as coisas mudarão o mundo só vive bem sem nós.


Luciana Amaral.

terça-feira, agosto 02, 2011

Se existisse um véu.





Quando o dia permanecer na escuridão, seja simples.
Quando o mundo decidir um não, seja firme.
Quando o tudo parecer nada, fique só.
Quando a vida estiver vazia, olhe para o lado.

Se o sol não acordar mais um dia, sonhe com ele.
Se as estrelas não brilharem mais pra sua vida, seja uma delas.
Se seus sonhos viraram realmente sonhos, seja uma realidade.
Se sua esperança desaparecer, busque-a, não espere.


Diante o destino de um homem, faça como você.
Diante o amargo dos amores, ame você.
Diante o santo nome divino, seja você.
Diante os mistérios da cura, tente ser você.


Por mais que seja grande e impossível.
Lute todos os instantes sobre o vento dos céus.
Por mais que seja doce e amado.
Encoraje seu coração e o faça guiar-te pra sempre.


Luciana Amaral.

segunda-feira, julho 25, 2011

Nosso Brasil.




Onde estás nosso tratado?
Onde está meu grito de paz?
Onde está a vida que pedi pra Deus?
Onde vivo?                

Incapaz corpo sereno.
Lúcido mero veneno.
Perfeito ao sangue tocar.
Meu canto ladrão aqui está.
                                            

Sigilo se foi na jornada.
Escrava por brancos presos de paz.
Escura por muitos amar.
Perpétua por sempre atuar.

Senhor já sai da senzala.
Posso te cumprimentar?
As mãos livres estão, mais presas
Ao passado vão me trovejar.

Grande liberto, maior de muitos.
Melhor do mundo, me segure os pés.
E suas mãos limpas estarão por me negar.
e sujas estarão por me tocar.

Faça de tudo sua alegria,
Mas não conte com a minha força.
Esqueça da minha dominância, viva apenas
Da minha dependência e eu serei o grande rei.

Rei do novo pobre Brasil!

.


(Luciana Amaral)

domingo, julho 24, 2011

Mundo irônico.


Ainda que existisse a esperança, o mundo não seria azul.
Por efeitos de uma vida a discórdia não seria o fim.
O fato de um extremo amor não seria a morte.
A receita completa não seria o melhor produto.
O melhor veneno não mataria simples.
O maior sonho não seria o dinheiro.
A melhor vitória seria contra a fome.
O pior desejo seria ser pai.
O maior desastre seria morrer.
A melhor escolha não seria ser pobre.
Melhor que tudo seria ser irônico.
Pois não iria acreditar que existe vida depois de mim.

Luciana Amaral.

segunda-feira, julho 18, 2011

Perplexo por você.







Entre diversas e dispersas situações, a vida pula e salta.
Durante mil e milhões de momentos, a vida soa e se eleva.
Em grandes e distantes problemas, a vida voa e volta ao se tornar.
Trágica por muitos e piores defeitos, a vida corrige e também apaga.
Triste por vários e por alguns, a vida nos afasta e nos atrai.
Por ser belo e por ter paz, a vida assume e discute o que não tem.
Por mais que tudo seja nada, a vida sempre se satisfaz.
Por todo amor que aqui existe, a vida sempre nos faz amar.
Dentre alguns instantes é bom ter sonho, pois a vida é um sonho do bem.


Luciana Amaral

quarta-feira, julho 13, 2011

Em linhas e versos.

Verso I

Sombra, vento e paixão.
Retrato, chá e contagem.
Sofá, edredom e amor.
Mesa, pano, arrumar.

Verso II

Ventilador, teto e ar.
Comer, sentir e cantar.
Viver, sonhar e amar.
Poeira, pano e ajudar.

Verso III

Ontem, colher e sofrer.
Hoje, plantar e ser.
Amanhã, vencer e lutar.
Sempre, crescer e jogar.

Verso IV

Sorte, despedida e concebida.
Distante, saudade e maldade.
Rezar, escolher e padecer.
Fugir, duvidar e esconder.

Verso V

Ver, vivenciar e comparecer.
Decidir, procurar e enfraquecer.
Ganhar, desejar e estabelecer.
Vida, simples e morrer.


Luciana Amaral.

quarta-feira, julho 06, 2011

Olhe para o céu.





Viagem feita de muitos sonhos.
Passagem de muitos anos.
Virtudes passadas.
Anos atrás.


Toca-me ao teu encanto.
Toca se o lindo encantar.
Toca-te o mundo de desejos.
Toca em mim um novo desejar.


Olhe para o céu.
Olhe para onde tudo irá brilhar.
Olhe pra vida, ela é feita de estrelas.
São estrelas que iluminam o céu.

Sinta o desprezo de se cair.
Sinta a grandeza que é a vida.
Sinta a alegria por poder viver.
Sinta-se livre para estrelas enxergar.


Luciana Amaral.

Pra fazer feliz.

Só precisa de sonho.
Só precisa de amor.
Só precisa ter fé.
Só precisa ter vida.
Só precisa querer.
Só precisa ser você.

Luciana Amaral.

domingo, junho 26, 2011

Decrescente Desejar.






A mania como se envolve os corpos.
A verídica fraca desenvoltura de se atormentar.
O grande passo que a luta sem guerra hoje vem conquistar.
Percorre a largos passos um modo de se encontrar.
Tudo indica ser, nada como distinguir o querer.
Fugir com a incerteza, destratar a frieza e viver o sonhar.


O contato com o impotente é construir o delinqüente.
O escolher a sorte compõe o desfio, o perdido.
O duvidar a morte desatina, o entardecer.
O preciso é indeciso e feito á risca arriscar.
O longe é aqui perto de se matar.

A dentre os sonhos, escolhi sonhar.
A dentre os beijos, escolhi beijar.
A dentre os amores, escolhi amar.
A dentre os desejos, escolhi o prazer.

Rápida e continua, foi meu formar.
Vivida e perdida, foi meu acariciar.
Gravidade e amor, foi meu voar.

Listada os prefixos, podendo permanecer.
Listado os sufixos, podendo flutuar.

É um momento de se encaixar.

Luciana Amaral

domingo, junho 19, 2011

Meu coração é seu.







Entrego-te meu destino.
E ao largo instante em que te vejo, respiro amor.
Forçado tento aos poucos não deixar levar, preciso da força.
Preciso que me ajude a sempre te amar.
Preciso de você para respirar.
Sufoco-me ao teu sorriso, só sinto seu beijo sobre meu olhar.
Ferida, te desejo meu vício.
Veneno, te desejo comigo.
Suor, pela paixão bandida.
Fraqueza, pela dor sofrida.
Amor, pela vida.
Vida, por você.
Meu bem.

Luciana Amaral.

quarta-feira, junho 15, 2011

Show de exagero.







Não é possível ser feito á vaidade, quando se tem prazer.
Não é correto ser correto, quando se tem o errado.
Fazendo a via que trafega os homens, somos um.
Desviando a via que ultrapassa o homem, somos mundo.
Crucificando o pecado a torno de uma fé será correto?
Crucificando sua vida a torno de uma obrigação é errado?
 Desfrutar de seus desejos é não ter fé?
Desmascarar as falsidades não é ter amor?
Ter sangue é ser fiel?
Ter carisma é só sorrir?
Ter amizade é só ser feliz?
Outras perguntas ao meu tormento julgam-me veneno.
Essas respostas jogam-me ao vento.
Outras dúvidas cercam meu sobreviver.
Essas condições fuga meus pensamentos.
E uma fria vontade que me faz irônica sorrir.
Fingir tão bem, como foi, foi mera conseqüência.
Fugir tão rápido, como foi, foi mera experiência.
Deixar tudo cair foi simples desastre.
Compor novamente foi grande saudade.
Que saudade, oh destino amado.
Trouxe-me o fim.

(Luciana Amaral)

domingo, junho 12, 2011

Quero você..


Quero suas conquista.                                  Quero suas respostas.
Suas artimanhas.                                          Querido me queira.
Suas venerações.                                          Quero-te mais que te quis.
Suas maldades.                                             Quero sua completa vida.
Quero você.                                                   Quero você.



Queridos amigos.                                         Quero o amor.
Quero minha historia.                                  Quero até a morte.
Quero minha infância.                                 Quero tanto que nem sei o que quero.
Quero meus filhos criar.                             Quero o que não quero.
Quero você,                                                 Quero você.


Queridos irmãos.                                         Quero-te destino.
Quero até vocês.                                          Quero-te pecado.
Mais perto de mim.                                      Quero mais vida.
Quero a minha vida.                                    Quero a sorte que perdi.                                  
E a minha vida me quer.                              Quero me perder em amor.
Quero você.                                                 Quero você ,você e você.